sexta-feira, janeiro 16, 2009

O amor em cartas e na voz de Billie




Amo a voz de Edith Piaf e de Billie Holiday, uma me lembra a outra, pela paixão, pela vida. Me vejo nas duas, não sou tão doida porque sou controlada hihihi
Toda vez que me apaixono penso que meu coração vai explodir, e que vou enlouquecer-
chego perto, mas seguro a peteca.
Ai ai

Acabo de ler que carta de amor de Edith Piaf a ator vai a leilão na Grécia.


De acordo com um trecho impresso no catálogo do leilão, Piaf, que chama o ator por um apelido, escreveu: "Amo você como nunca antes amei. Taki, não deixe meu coração morrer!"
Leiam mais aqui.
Estou lendo um livro de Françoise Sagan que fala em George Sand e Musset e cartas de amor, uma hora comento aqui. Me emocionam cartas de amor, já escrevi várias. Em 70...
deixa pra lá...



Adoro este disco. Há dias em que não dá para ouvir, quando estou muito nostálgica.

Esta é uma das minhas referidas:

My man

It cost me a lot
But there's one thing that I've got
It's my man
It's my man

Cold or wet
Tired, you bet
All of this I'll soon forget
With my man

He's not much on looks
He's no hero out of books
But I love him
Yes, I love him

Two or three girls
Has he
That he likes as well as me
But I love him

I don't know why I should
He isn't true
He beats me, too
What can I do?

Oh, my man, I love him so
He'll never know
All my life is just a spare
But I don't care
When he takes me in his arms
The world is bright
All right

What's the difference if I say
I'll go away
When I know I'll come back
On my knees someday

For whatever my man is
I'm his forevermore

Um comentário:

psiolhospensantes disse...

Laura,
Lindo post! Que genialidade: "...Não deixe meu coração morrer!"
Um mundo de sentimentos expressos em poucas palavras! Ah, fim uma referência ao seu blog num post, dá uma olhada e vê se precisa de correção.
Abraços
kryss

http://absyntovoce.blogspot.com/2009/01/quero-by-drummond.html#links