quarta-feira, setembro 25, 2013

O senhor dos meus dias- miniconto/ arquivo


O senhor dos meus dias


Inclino-me na cadeira da mesa da cozinha e o vejo na sala.
Ele curva o corpo pesado e pega o jornal na mesa de centro. Tira os óculos do bolso. Começa a desfolhar o jornal- gesto que antes odiava.
Meus olhos marejam.

3 comentários:

Laura Branco disse...

estou adorando conhecer seu blog!
que poesia inspiradora!!! adoro a simplicidade de sua expressão!
laura branco

Diz disse...

Obrigada, Laura, que bom que gosta daqui. Sugiro que leia os primeiros posts, eu gosto mais. Bjs

Hélio Jorge Cordeiro disse...

Diz, o "Senhor de meus dias", é a prova viva da sua maestria em contos curtos. Parabéns! Continue!