segunda-feira, março 28, 2011

O conto e as moças



Revi este conto hoje, vejam aqui.


Ontem fiz um post grande falando sobre o lance do blog da Bethânia, mas deletei- senti no ar- pelo TT que haveria chateações. As pessoas são truculentas quando querem clamar por justiça.
Penso que sim, é preciso discordar, mas sem perder a ternura, jamais.
Hoje passava na TV um filme sobre o Che, só dei uma olhada. O ator era o Benício. O Rodrigo Santoro faz uma ponta.

Levei uma hora hoje para lembrar o filme que vi ontem- não sei o nome, não lembro, era sobre tortura na África- um bom filme- não sei o nome dos atores também. Ô memória- fico assustada quando acontece isso.
Lembrei que vi um filme francês no sábado: "Venus et fleur". Uma bobagem, mas vi até o fim- parecia que iria a qualquer hora virar um filme pornô ou super erótico- mas não, não aconteceu nada mais forte. A estória era de duas moças juntas numa casa, uma completamente histérica, doida para namorar e a outra tímida entra no jogo da doidinha. A atriz que faz a maluquinha é interessante, bonita- também não sei o nome.

3 comentários:

Anônimo disse...

E o pior, minha cara, é que há figuras na internet que falam em democracia pelos cotovelos. Mas quando são contrariadas jogam fogo pelo fiofó. Democratas só para as próprias opiniões. Ainda bem que não dispõem de uma fogueirinha do Torquemada. Abraço de François Silvestre.

Diz disse...

É François, se pudessem queimariam.
É difícil respeitar os outros.
Prazer em vê-lo por aqui. Qd tomaremos outro café? vamos combinar.
Abs, Elianne

Adriana disse...

O melhor é a descrição do filme da doidinha pra namorar....rsrsrsrs...quase caí da cadeira de tanto rir...
bjos, qrda.