domingo, janeiro 02, 2011

Inês

Foto André Paiva





Não sabe o porquê da inquietude. A mãe dizia: “Esta é lenta, não queria nem nascer. Anda Inês!”. Odeia o nome. “Pior se fosse Sebastiana”, retrucava a mãe. Nasceu no dia da mártir, um dia depois do dia do santo.

Quase menina, foi trabalhar no corte da cana. Lá conheceu Sebastião- ironia- gostou do nome. Ele era pouco mais velho e tinha olhos cor de amêndoas. Encabulou-se no primeiro encontro- ele a despiu com o olhar. Voltou para casa coberta de fuligem e atordoada. Mirou-se no espelho sobre a pia da cozinha. Tirou-o da parede, tentou ver o resto do corpo- “mais ossos que carne”, pensou.

Os irmãos brincavam no terreiro. No banho tocou o sexo. Apressada esfregou-se até um arrepio. Sabia que agora era mulher- os olhos dele o disseram.

...

Anoitece. Observa a duna- lembra da areia morna, a perna úmida de sêmen, o corpo de Sebastião sobre o dela. Tenta enxergar mais longe. Não, ele não virá. Melhor entrar e fazer a janta para os netos.

4 comentários:

Adriana disse...

Oi Laura,
Não sei se vc lembra de mim, nos falamos uma vez ano passado, no seu blog.
Senti sua falta no blog da Cia., pensei que estava viajando.
Adorei esse mini-conto, que é grande de significado e ternura.
Muito bonita a passagem do tempo.
E obrigada pelas rosas que deixou aos leitores.
Seus textos e agradecimentos são muito suaves, como rosas mesmo.
Essas flores têm o seu jeito.
Um abração e felicidades!
Adriana de Godoy

Tina disse...

Oi Laura!

Lindo, triste e cheio de dor e verdade de tantas Marias, Inês, Joanas e Sebastianas... mas tem um toque de amor e isso vale tudo.

beijos querida e obrigada pelas flores lindas.

Diz disse...

Adriana, claro que lembro de vc- te conheci lá no blog da Cia.
Vc sempre gentil com todos.
Feliz 2011 para vc, que tenhamos um ano produtivo e feliz.
Um abração, Elianne- Laura

Tina, minha querida, um bjão para vc, depois te visito. Ando atrapalhada, vc sabe.
:)

Adriana disse...

Laura,
Você é que é muito gentil, suave, um anjo.
Que 2011 seja lindão, produtivo e feliz pra nós!
Pois pra mim 2010 também melhorou a partir de novembro e agora está tudo ótimo. Tem ano que é assim, as coisas precisam se resolver, a gente vivencia, toca a bola e no seguinte é mais feliz.
Prazer falar contigo, sempre.
Um abraço apertado,
Adriana