segunda-feira, abril 05, 2010

Manhã de domingo no Escritos





Manhã de domingo

Despertou com a mão dele em sua coxa, abria caminho entre suas pernas. Fingiu dormir. Ele continuou. Gemeu. Ele, então, colocou um dos braços sob o corpo dela e a enlaçou trazendo-a para mais perto. Abraçou-a com força.
Sentiu o cheiro de sono dele, o calor de sua nuca...


Mais aqui.

2 comentários:

Eduardo P.L disse...

Que delícia de manhã de Domingo!
Tomara fossem assim todos os dias da semana!

Bjs

expressodalinha disse...

Quem sou eu para contrariar!