sábado, março 27, 2010

Levei mais um banho...



Ontem subi para a piscina de tardinha. Relaxei a tensão- ando insuportavelmente irritada e triste. Estudei francês* e me exercitei. Banho tomado, espreguiçadeira embaixo da luz, eu lia e, lá pelas seis horas, aparece meu filho.
Digo: Não pule que eu acabei de tomar banho!
Deu um salto que me encharcou.
Fiquei p da vida. Putz! Já havia tomado uns três banhos. A sorte que os livros estavam dentro de um saco plástico- assim que o vi, guardei os livros, pensei em descer a ladeira com ele. Dan... ai, ai, às vezes acho que ainda se sabe o tamanho dele- está grande e forte. Tem 19 anos. Ficou passado, nemquis ficar mais lá, não era sua intenção acabar com minha tranqüilidade, eu sei. A adrenalina subiu- fiquei irritada de novo. Voltei para casa. Tomei outro banho de chuveiro e relaxei vendo o Seinfeld.
Ele veio se desculpar mais tarde, disse que não o fez antes porque eu iria fazer discurso. Ia mesmo. :)

* Àqueles que vêm aqui para espiar: Se você pensa: "É metida, mesmo". Saiba que estudo sozinha, não posso, no momento, me dar ao luxo de pagar um curso. Deixem de ter inveja de mim, please- minha vida não é invejável, coloque-se na minha pele um dia e veja o que é bom. Não desejo para ninguém o que estou vivendo. Vade retro!

5 comentários:

Leila Silva disse...

Ma chère,

Nem se preocupe com essas bobagens de ser metida, não dê atenção a quem pensa que querer aprender (ou falar línguas estrangeiras )é esnobismo. Eu leio em várias línguas (não tantas assim, na verdade, francês, inglês, espanhol...sou capaz de ler algumas coisas em italiano)e às vezes quando comento alguma leitura no blog eu me pergunto se coloco que estou lendo no original. Uma preocupação estúpida já que sou professora de línguas, logo, é natural. Ainda assim. Outra coisa, eu venho de uma família pobre, nunca meus pais pagaram cursos de línguas para mim, não poderiam. Aprendi porque gosto.
Deixe as pessoas pensarem o que quiserem, continue estudando o seu francês e pode sempre me consultar quando quiser. Vou deixar aqui um link que pode te ajudar:

http://www.podcastfrancaisfacile.com/
Bises et bonne week end.
Leila

Anônimo disse...

Eu te entendo Laura. Seja forte e ignore essa gente grossa. Acho que conta mais as pessoas queridas, amigas que vem aqui te ler e tem o maior prazer em te conhecer sempre um pouco mais.
um forte abraço
madoka

expressodalinha disse...

Qual é o problema do francês? Isso é uma língua normal. Ainda se fosse um dialecto tupi-guarani...

Diz disse...

Meus queridos, obrigada.
O problema do francês, Jorge, é que no Brasil é tido como uma língua de esnobes. Se eu estudasse inglês, tudo bem, mas francês... torcem o nariz.
Bjs nos 3.Laura

Mani disse...

Bem, por mim a Leila é que está certa. Acho o máximo voce estudar francês. beijos...