sexta-feira, julho 24, 2009

Mini conto

Sentiu a mão subindo pelas pernas, mãos suadas, ásperas. Fechou os olhos.
Perdeu a parada. Quando ele levantou, ofegante, viu a boca desdentada sorrindo sarcástica.
Permaneceu ali até o cobrador dizer:
- Ponto final, dona.

5 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Ponto final_____início de uma história

Que genial poetaflor
beijos meus prum lindo dia

Myriam disse...

Ual!!!
bjs.

Luma disse...

Chocante!!

A boca desdentada, nem ela esperava!! (rs*)

Bom fim de semana! Beijus

Camille disse...

Nossa!

Camille disse...

Nossa!