quarta-feira, agosto 15, 2007

Mini conto: O amor que cala/ sem revisão







O amor que cala

Há dias ele não fala com ela, só responde o essencial, mesmo assim entre dentes.
Ela pediu desculpas, rogou que lhe sorrisse, declarou amor eterno. Nada.
Quando se trava, nada, além do tempo, o trará de volta.
Ela acredita saber o porquê da indiferença dele: outro dia, num alongamento, gemeu como se fosse de prazer. Ali, deitada no chão, entregue, lágrimas verteram de seus olhos. Lembrou dele, pensou que talvez que ele não a deseje mais. No dia seguinte disse, em tom leviano: "Penso que você não me quer mais, então, é preciso te esquecer". Esperava, talvez, que ele dissesse: "Não, minha querida, não me esqueça".
Ele se calou.
No início ficou enlouquecida, demorou a descobrir o sentido do silêncio-depois veio a dor profunda e, então, ela também se calou.

2 comentários:

_' кєŁŁýýηнαα' ♣( disse...

Beem , ameei muito seu mini contoo !
Parece Muiito com a minha historiia
Bjos

D. disse...

Oi Kelly, seja bem-vinda, mas espero que encontre um par mais amoroso que este ai. Sorte!
Abs, Laura