quinta-feira, maio 05, 2011

O amigo querido e distante

Foto*


Meu amigo querido leu a crônica abaixo sobre o Wagner, dos Dzi Croquettes, e escreveu contando que chorou muito. Eles eram amigos. Eu, que convivi pouco com ele, me emocionei demais, imagino César.
Lembrou das sandálias que o Wagner fazia de pneu e couro- todos usávamos- era super confortável e moda.
Fui pegar um conto dele para vocês lerem- é excelente escritor. Leiam aqui.

Vi novamente o documentário, desta vez com o outro filho, os dois viram comigo- foi tão bom... Meus filhos são tão especiais. Já disse que posso morrer tranquila que dei uma bela contribuição para a humanidade- são pessoas incríveis- os dois. Tenho muito orgulho- até porque, como sabem, os eduquei sozinha- sorte deles, porque o pai... hã- melhor longe.

*César e Carlos Varella. À direita, César- lindo demais. Aliás, os dois eram lindos. Carlinhos já nos deixou. César disse que espera que ele e Wagner estejam  próximos de novo- eu também- e que me esperem na porta lá :)

Um comentário:

Nilce Bravo disse...

Sandália de pneu e couro, usei nos anos 70 por moda, e nos anos 50 por necessidade rsrsss Maravilhoso conto, postei no slideshare para facilitar a leitura http://www.slideshare.net/Bravotata/nao-matem-osjacares
Abraço Nilce