quarta-feira, abril 21, 2010

De lagartos e filmes


Aqui tem muitos bichinhos e bichões. Agora uns grilinhos minúsculos estão me perturbando, se debatem na tela do lap top e vêm no meu rosto. Besouros aos montes- preciso salvá-los, colocar para fora- já perdi o temor de pegá-los, antes não suportava, agora pego. Agora há um me chateando aqui no teclado. Salvo libélulas das garras dos gatos- sempre. Aparecem umas pequeninas...
Choveu- uma pancada, apenas, ai vem mais insetos da mata.
Ontem havia uma cigarra- só pode- dentro da minha dispensa! Acreditam? Um sonido insuportável. Vinha dali. Agudo- menos forte do que das cigarras de fora- mas que bicho seria?
Este lagarto da foto é igual ao que apareceu aqui no fim de semana- pensei que tivesse contado aqui- falei lá no Twitter. Enorme. O gato saiu atrás, e eu atrás do gato. Consegui salvar o lagarto da garras do bichano- ele ficou acuado- tinha dificuldades para subir no muro- é muito grande o bicho e pesado- fortão. Saiu para o jardim do vizinho, espero que tenha sobrevivido.

Pois é, depois reclamo que aqui em Natal não acontece nada. Rs.

Hoje passei o dia só- os filhos dormiram fora, almocei só e dormi de tarde. É bom ter silêncio.

Minha empregada- que é excelente na limpeza- não me deixa em paz- fico atordoada- o dia todo fala comigo. Meu escritório é contíguo à sala, tem porta de vidro, mesmo que eu fechasse, ela me veria. Pergunta, canta, fala com os gatos, com a vassoura- é, sim, maluquinha, mas uma simpatia e alegre- eu preciso de gente alegre por perto. Vocês acreditam que ela dá um duro danado na vida, tem um filho preso há um tempão, e vive rindo? Namora um homem casado- que é um namoradão. Não a ajuda financeiramente, mas é presente- a mulher dele sabe. Dura anos, esta relação- ela não quer que ele se separe- prefere assim- sabe que ele é um abacaxi. Rs Muitos homens são abacaxis- mulheres também, claro.

Vi um filme- já passava da metade- "Mr. & Mrs. Bridge" gostei de Joanne Woodward - está ótima, ele, Paul Newman, muito duro, caricatural. Valeu pelo casal- vejam que delícia aqui-ela ainda bonita. A estória me pareceu déjà-vu- já vi estórias melhores.


Vi um trecho de 'Fronteiras da alvorada' e achei chatíssimo- mudei de canal- fui ver o meu querido Seinfeld” e ri muito. Amo..




Bela tela de Max Ernst- daqui.

Um comentário:

expressodalinha disse...

Dia animado. Gosto de lagartos e de dormir à tarde.