segunda-feira, novembro 02, 2009

"Nos seus olhos eu suponho..."



O meu radinho subjetivo hoje insistia com esta música, só que eu não lembrava a letra.
Horas depois 'caiu a ficha'. Interessante porque falei com a prima- que não vejo há muitos anos-
lembrei da infância- época que conheci esta múscia- minha tia, mãe dela, adorava Nelson Gonçalves, a minha preferia: Sara Montiel, Edith Piaf, Caruso, músicas clássicas, óperas.

Ouça aqui.

A Deusa da Minha Rua

Nelson Gonçalves


Composição: Newton Teixeira / Jorge Faraj

A deusa da minha rua
Tem os olhos onde a lua
Costuma se embriagar
Nos seus olhos eu suponho
Que o sol, num dourado sonho
Vai claridade buscar

Minha rua é sem graça
Mas quando por ela passa
Seu vulto que me seduz
A ruazinha modesta
É uma paisagem de festa
É uma cascata de luz

Na rua uma poça d’água
Espelho da minha mágoa
Transporta o céu
Para o chão
Tal qual o chão de minha vida
A minh’alma comovida
O meu pobre coração
Espelhos da minha mágua
Meus olhos
São poças d’água
Sonhando com seu olhar
Ela é tão rica e eu tão pobre
Eu sou plebeu
ela é nobre
Não vale a pena sonhar

3 comentários:

Georgia disse...

Tudo bem?

Meu pai gostava de cantar as músicas de Nelson Goncalves. Me lembro bem dessa música e outras que gostava de ouvir.

Boas lembrancas. Saudade, nao tem idade!!!

Boa semana

Ava disse...

ouvir Nelson Gonçalves numa manhã de feriado é saudosismo puro!

Belas recordações me trazem...


Beijos!

Luma Rosa disse...

Acho que o meu pai e o da Geórgia viveram na mesma época! Boa lembrança! Beijus,