terça-feira, junho 16, 2009

As bandeirinhas e o atrito no condomínio

Gente, vocês não acreditam...
o síndico me enviou um convite, via e-mail para a festa junina aqui na frente de casa, depois de eu ter comunicado que não aceitava.
Telefonei e ele disse que não concordaram com o que eu disse.
Eu fiquei tão nervosa que respondi:
"Vou falar com um advogado" e desliguei.
Eles podem fazer isto?
Mandei um e-mail agora para ele falando do quanto nos sentimos desrespeitados e que acho inaceitável cimentar a frente da casa. Ainda justifiquei o meu 'não' por não estar bem, por precisar de tranquilidade- o que é verdade.
Mani disse para eu procurar o Pequenas Causas- é uma chateação. Ao mesmo tempo eu acho que eles não podem fazer isto, que eu não posso deixar assim. Sabe por que fazem isto? Porque eu não tenho um homem do meu lado, nestas horas sinto falta do meu ex- duvido que fizessem algo do gênero- os meus filhos são ainda meninões, apesar de Luc já estar com 21 anos, é todo calminho, fala baixo... somos educados demais, eu acho. Nestas horas queria saber rodar a baiana.
Estou p da vida e me sinto até mal com tudo isto.

10 comentários:

Patricia Caetano Q. disse...

Querida,
Essa de não ter um macho em casa, é triste, né? Passo isso aqui na minha vila com o estacionamento. A "minha" vaga é de todos. As outras, são das casas com machos... Dose!
Mas ó, não deixe de ser educada (porque o que eles estão fazendo é que é falta de educação, dear!), mas rode sua baiana com classe e ponto final.
Tô no apoio!

Ex-critor disse...

Não é preciso ter um macho em casa para que essas coisas não aconteçam. Lute pelo que você acha correto e vença sozinha. Muitas vezes, choques de macho acabam em tragédia...
bjs

Fernando Barreto disse...

Minha cara: se você tivesse um homem em casa, ele estenderia o fuzuê para a sua sala de estar. Para quê rodar a baiana? Seja zen. Aquiete-se. Tudo Passa.

Anônimo disse...

Também concordo com os rapazes ai, não é porque vc não tem marido, que resolveram pela festa em frente a sua casa.
Será que de repente não é da sua cabeça que falam mal a seu respeito e de sua antipatia? Convivência tem sempre alguns dissabores, e portanto pra gente evitar o desgaste, a amolação,decidi ser política, ter diplomacia, porque já tive cada problema com vizinhos aí no Brasil.
Mas é vc que tá aí e tá sentindo na pele, entonces(como vc diz)
bjs e boa sorte
madoka

varal da angel disse...

Laura
Estou me divertindo com sua briga.
Conta depois como foi o final.
Depois da festa.
Mas eu concordo com voce.
Vai com calma que tudo vai se resolver.
Bjs

Chica disse...

Estou curiosa pra ver o fim dessa festa , como vai acabar esse dilema,rsrssr.Pra nós que estamos fora, é divertido ver essas confusões.Fica calma!E nos conta tudo!beijos,chica

leila disse...

Que atraso, que falta de respeito e civilidade. Se existisse uma lei e policia que funcionassem...

Anônimo disse...

Mas que tremenda falta de respeito...posso imaginar os seus nervos.
Abraços
Leila

Diz disse...

Queridos, eu cedi. Hj amanheci péssima, e pensei que isto não poderia me trazer mais tristeza.
Fui orientada para procurar o Juizado de pequenas causas.
A mulher do síndico- que eu conheço e é gentil comigo, sempre- veio aqui. Insistem em dizer que é um condomínio, que quase todos concordaram, não adianta eu dizer que é´meu direito não querer.
No final ela disse que se eu não quero aqui farão na casa colada à minha- é mais uma agressão velada- seria o mesmo incomodo e ficaria a minha negativa mais ostensiva- disse que o vizinho falou que podem fazer até na grama dele- recado pra mim.
Eu estou exausta com isto, meu filho está com uma virose, com dor de cabeça, reclamando atenção- cuidados. Hj passei o dia fora, fui na delegacia de preservação ambiental de tarde,
me enviou p o pequenas causas- não irei mover ação contra o síndico- a tensão pioraria.
Eu sou intuitiva, sabia que viria confusão- a festa junina é uma festa importantíssima para o pessoal daqui- é uma espécie de superstição-credo- dá sorte fazer a festa-a fogueira, dançar quadrilha.
Eu estou no lugar errado- eu penso que não há lugar pra mim- falo isto com calma, sem dor- é o que sinto- pessoas como eu existem poucas- eu quero apenas um canto, um livro, os filhos, os gatos e paz.
Boa noite, bom dia, Madoka, vou dormir. Hj tive dor de cabeça braba. Mas tb foi bom porque fui no praia shopping e encontrei a única amiga que tenho aqui, e ri com ela- eu sei rir de mim mesma- "a velha é chata, mas tem humor" hihihi depois encontrei na padaria a cabeleireira, de quem gosto mto, me disse que fará aniversário dia 5 e quer mto que eu vá, é aqui perto- faz a festa sempre na festa de s joão assim todos vão- eu ri- ela disse: vc não gosta?
hihihi
acho que vou ficar com enjôo qdo ouvir falar em festa de s joão- é assim que chamam aqui, mesmo que seja em julho.
bye, fui
PS: viram a foto de uma mulher popozuda na play boy beijando a foto do lula? nojenta a img.

teresa disse...

li o post anterior para entender o que se passa. mas que coisa mais desagradável!!!