quarta-feira, maio 27, 2009

Nelson Cavaquinho Elizeth Cardoso: A Flor e o Espinho (1973)

Maravilha.
"Tire seu sorriso do caminho..."




Luis deixou ai nos comentários a letra, que é linda singela e dolorida ao mesmo tempo. Quem não sabe o que é este sentimento? Eu sei.

A flor e o espinho

(Nelson Cavaquinho, Guilherme de Brito e Alcides Caminha)


Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com a minha dor
Hoje pra você eu sou espinho
Espinho não machuca a flor
Eu só errei quando juntei minh'alma à sua
O sol não pode viver perto da lua
É no espelho que eu vejo a minha mágoa
É minha dor e os meus olhos rasos d'água
Eu na tua vida já fui uma flor
Hoje sou espinho em seu amor
Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com minha dor
Hoje pra você eu sou espinho
Espinho não machuca a flor
Eu só errei quando juntei minh'alma à sua
O sol não pode viver perto da lua

2 comentários:

Luis disse...

Achei a letra para vocês. um poema e tanto!

A flor e o espinho

(Nelson Cavaquinho, Guilherme de Brito e Alcides Caminha)

Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com a minha dor
Hoje pra você eu sou espinho
Espinho não machuca a flor
Eu só errei quando juntei minh'alma à sua
O sol não pode viver perto da lua
É no espelho que eu vejo a minha mágoa
É minha dor e os meus olhos rasos d'água
Eu na tua vida já fui uma flor
Hoje sou espinho em seu amor
Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com minha dor
Hoje pra você eu sou espinho
Espinho não machuca a flor
Eu só errei quando juntei minh'alma à sua
O sol não pode viver perto da lua

Márcia(clarinha) disse...

..."Eu só errei quando juntei minh'alma à sua
O sol não pode viver perto da lua"...

Maravilha de ser.

lindo dia flor
beijos