domingo, janeiro 04, 2009

Em nome da mãe



Eu gostava demais de Maysa, das músicas sofridas, da voz bela, da figura trágica- acabou morrendo num acidente de carro na Ponte Rio- Niterói, uma pena- lembro, foi um choque para todos.
Não deve ter sido fácil ser filho dela, que parecia não ter condições nem de cuidar de si mesma... pobre jayme, simpatizo com ele. Em nome da mãe talvez o ajude a resolver o que ficou pendente com ela. Espero.

Da 'Folha'

Em nome da mãe

"Maysa - Quando Fala o Coração", minissérie sobre a vida turbulenta da cantora de "Meu Mundo Caiu", dirigida por seu filho, Jayme Monjardim, estreia amanhã na Globo

Frase

"É lógico que já a julguei mal pra caramba. Tinha raiva, era revoltado, pô, como minha mãe me largou em um colégio? Mas, à medida em que cresci, fui entendendo que Maysa agia assim por milhões de motivos. Entendia por que ela bebia, por que a vida dela era difícil."
JAYME MONJARDIM, diretor e idealizador de "Maysa".

Aqui
você lê no TERRA, se não tiver acesso ao UOL.

7 comentários:

Anny disse...

Talvez ajude mesmo a resolver uma situação que ficou inacabada...

*Enontrei seu blog no na página do Inagaki.

marina w. disse...

*smack!*

cameliadepedra.blogspot.com disse...

É, deve ter sido um bocado dificil ser filho da Maisa. O Jaime Monjardim é uma pessoa de fibra de estar colocando o dedo nessa ferida, artisiticamente ate. Deve ser bonita a minisserie. Coisa de filho para mae, que emocionante. Ja viu a moça com quem ele se casou? Cantora de olhos verdes, mas um temperamento que parece muito docil, a mãe revisitada e carinhosa... Enfim... Que sejammos todos muito felizes.
Beijos,
cAM

Jôka P. disse...

A minha mãe é uma espécie de Maysa, só que não bebe, não fuma e nem canta.

Jôka P. disse...

...mas encanta.
(dãn)
:P

Jôka P. disse...

É difícil ser minha mãe.

D. disse...

Camille, desculpe a demora pra responder, estava com hóspede aqui.
Vou ver a moça, aliás, acho que já vi, sim, é linda.

Jôka, :) mas vc é tão amoroso com ela...

bjs nos dois queridos. Laura