domingo, dezembro 28, 2008

Ataque intempestivo




Um fim de ano mais triste ainda. Putz!
Foto Folha

Hoje venta tanto aqui, que me sinto mal- angustiada. Venta dentro de mim. Queria uma bolha. Não ouvir o assobio.
Não consegui ir à praia encontrar um amigo, quero afundar a cabeça tipo avestruz. Espero que amanhã esteja melhor.

4 comentários:

Mani disse...

Tive a mesma sensação. beijos. e que 2009 seja melhor!

Jôka P. disse...

Não me deixo abater por guerras e atentados dramáticos que acontecem em Israel, ou no Egito ou na Tumba de Sara nos confins da Cordilheira dos Andes. Já tenho problenmas demais aqui perto, problemas urgentes que me afligem realmente bem aqui na minha rua, em meu bairro, na minha cidade e até problemas que me afligem internamente. Acho que ficar sofrendo por conflitos intenacionais é procurar cabelo em ovo ou chifre em cabeça de cobra.

D. disse...

Mani, pois é...

Jokinha,
falô...
não é ficar sofrendo, meu querido, é ver as coisas de forma crítica, só isso.
Todos temos problemas em baixo de nossos olhos, em casa, ufa... mas eu não consigo deixar de ser crítica em rel. ao mundo todo. É uma opção, né?
bjs nos dois
e que tudo melhore para todos nós.
Laura

Hélio Jorge Cordeiro disse...

Como diria o poeta javanês Tahmi Tudhifudydu, " O que me aflige não é o que acontece lá fora, mas o que não aconetece aqui dentro!" rssss