quinta-feira, fevereiro 02, 2017

A magia da lua- revisto














A magia da lua


Queria, da janela, te olhar e dizer:
- Venha ver que linda a lua!
Sei que, a sós, não verás além das pedras. Pisarás firme. Passos seguros.
Teus olhos não veem o verde que nasce entre tijolos.
"Não tenho tempo para isto". E sorriria se eu mostrasse o tronco com forma de pernas femininas, pensando: "É tolinha e tão romântica..."
E eu diria de forma inaudível: Só tem olhos para livros, contas e  para o meu corpo.
Quando perguntasse o que eu resmunguei, responderia:
"Pensava em suas mãos nas minhas pernas, só isso".
Você me puxaria com força contra você. Eu riria alto.

                                                                                                                                                              

Nenhum comentário: